Conheçam a Saga Vale dos Elfos.

sábado, 11 de julho de 2009

Súplica a Odin.


Odin,
Deus da morte,
Líder dos Deuses,
Deus da Guerra,
E Deus da magia.
Que trocaste um olho,
Por sabedoria.

Permitas,
Que eu lute a teu lado
No Ragnarok,
Naqueles que serão
Os últimos dias.

Dê-me a honra
Da morte em batalha,
Pois vivi
Minha vida com honra,
E agora não tenho mais nada.

Perdi meu tesouro
E vivo em ruína.
Restou-me a morte
Ou uma vida indigna.

Não posso pedir-lhe
Que me devolvas
Minha amada.
Mas posso pedir-lhe
Um dia de guerra
E uma morte honrada.

Dê-me a glória
De morrer
Por um nobre ideal,
E com espada e escudo
Nas mãos
Lutando contra o mal.

Que a vida
Se acabe nesse instante,
Que a tristeza
Não mais
Habite meu pobre semblante.

Que eu tenha descanso,
E vida honrada,
Em Valhalla.

E que por nem mais
Um instante
Eu pense com tristeza
Em minha eterna amada.


Átila Siqueira.


"Hoje coloco esse poema aqui, creio também que não seja um dos meus melhores, mas acho que vale a pena ler assim mesmo, e eu não o queria deixar na gaveta para sempre.

Aproveito a oportunidade para continuar a oferecer o meu livro para quem desejar adquirir um exemplar com dedicatória. Basta entrar em contato comigo pelo meu e-mail: atilasiqueira1@yahoo.com.br

Quero também indicar um espaço literário que considero muito bom, chamado clã dos imortais, e deixo o endereço de minha página lá. Link".

7 comentários:

Mai disse...

Quando for o teu melhor, vou falecer. Porque este é muito forte, Átila. Tem a força dos guerreiros potencializada pela súplica à divindade.

Nossa, intenso como os guerreiros.

Imenso abraço.

Nana B. Poetisa disse...

Hail, filho de Odin!

Belo texto, honrando ao Pai.

Rei de todos os Deuses, domindando a todos, comandante de Àsgard!

Gostei muito...

Beijos

J. Araújo disse...

Gostei, pra mim é uma informação nova.

Muito bom mesmo

Abraço

Anônimo disse...

Belo poema!

Abraços

Kizzy Ysatis

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Olá, Átila:
Como vai?
Pelo visto, no que respeita à escrita, continua muito bem, sempre retomando a mitologia nórdica e a poetizando.
Estive ausente, amigo, por vários motivos. Enfim, digo-lhe que fechei 12 dos meus 15 Blogs, inclusive o GALERIA, e os três que restaram, acho que vc nem conhece. Deixo o endereço de um, caso um dia me procure e não ache:
EU, E DAÌ?
http://blogrenataeuedai.blogspot.com
Beijinhos e continue com a sua escrita, sempre ótima.
Renata

Celly Borges disse...

Como assim, não seja um dos melhores poemas? É Lindo!!!
Parabéns!

bjoo

Marcos Riso disse...

Muito bom ... postei na minha pagina no face e coloquei um link para sua pagina, informando os devidos créditos.

Força e Honra, um abs

https://www.facebook.com/igrejadeodin/