Conheçam a Saga Vale dos Elfos.

domingo, 10 de fevereiro de 2008

Perdão.





Peço perdão às letras,
Por pouco saber escrever.
Peço perdão à vida,
Por não saber viver.
Peço perdão ao amor,
Por amar sem querer.
Peço perdão ao mundo,
Por não saber nele viver.

Peço perdão aos Deuses,
Por não saber lhes compreender.
Peço perdão à vida,
Por ter vontade de morrer.
Peço perdão a tudo,
Por nada ser.

Peço perdão,
E só perdão,
Por ser um tolo,
E nada na vida entender.

Átila Siqueira.

_____________________________________________

Bom, aproveito essa postagem também para agradecer ao blog Dominus pelo selo lindo que me foi dado.

Digo que adorei o presente, um selo lindo, com um propósito lindo, que a mim foi confiado e me agradou muito. Estou realmente muito feliz com o presente, muito obrigado

E dessa forma eu o passo a frente esse presente maravilhoso, fazendo isso com muita responsabilidade, e dando a pessoas que merecem como ninguém receber esse selo, que tem o desígnio de presentear e homenagear determinadas condutas que são louvaveis:

Presenteio então:

Pensamentos da Poetisa.

Literatura Inside.

Doces Deletérios.

E mesmo já tendo esses dois próximos blogs ganhado tal selo, ainda sim eu os presenteio novamente com ele:

É só saudade.

Deixa eu brincar de ser feliz.

5 comentários:

Aninha disse...

bom, axo q temos q sempre estar pedido perdão qdo erramos, mas qto a nada na vida entender, isso é fato e sempre será. por mais q td esteja dificl eh sempre bom olhar pra frente e seguir seu caminho sem culpa.
Besos
*.*

Dominique disse...

São desculpas demais para tão poucas venturas pela vida.

Mas este é um dos poemas de que mais gosto, sabia?

E a imagem ficou tão suave e emotiva.

Nota dez, Átila!

Um abraço com muito carinho!

Jaya disse...

Átila,

Que palavras mais sensatas. Mais exatas! Por vezes me sinto tomada por todos esses perdões, assim como você.

Uma delícia de se ler. Aliás, posso abrir uma pasta pra ir salvando teus poemas? Posso?

:)

Olha, tô comovida com esse prêmio, desde que o recebi de Cris. E agora chego aqui e vejo o mesmo carinho outra vez. Não sei como agradecer! Mas... obrigada! Rs.

Um beijo.

Aninha disse...

oie!
mto obrigada pelo selinho, mto msm
=D
q bom q tu me achas uma mente iluminada
kkkk
Bjs

Amanda Bia disse...

poesia linda! e pelas letras vc não precisa pedir perdão! vc escreve bem demais!
obrigada pelo selinho!
beijos!