Conheçam a Saga Vale dos Elfos.

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Lobo Solitário.



Sou um lobo solitário
Sentado sozinho a pensar,
No tempo que se foi
E que nunca há de voltar.

Vivendo sozinho
Em total solidão.
Uivando um belo
Canto solitário
De amor e desilusão.

Sou o lobo solitário
Que anda sozinho
Nas estepes.
E que vive
Uma vida de ilusão.
Que escolhe
Um novo rumo
A cada dia.
E que escolheu
O caminho da solidão.

Sou o lobo solitário
De olhar longínquo
E cinzento.
E de alma
E pelagem escurecida
Como uma noite
De total escuridão.

Sou o lobo solitário
E fico só
Em noite de lua cheia.
Fico só
Em noite de belo luar.
Fico só
Com minha própria solidão.
Fico sempre
Sozinho a pensar.

Sou o lobo solitário
O mais triste animal
Que na terra há de vagar.


Átila Siqueira.

"Esse poema está sendo repostado no blog. Na primeira vez que o coloquei o blog ainda não era muito visitado, e achei legal colocá-lo de novo para que os novos frequentadores do meu espaço possam vê-lo, pois ele é um poema muito importante para mim, por dois motivos: Foi o primeiro poema que escrevi na vida, com 13 anos (depois o reescrevi e o melhorei); e ele faz parte do meu livro Vale dos Elfos: O Caminho para a Montanha do Grande Mago Ancião. Vol 1, que está para ser lançado, embora esteja totalmente atrasado (Mas vai sair).

No livro, o poema pertence ao personagem chamado Oberón, que é um dos principais. Um indivíduo solitário, triste, e muito enigmático. Quem ler o livro vai adorar esse cara".

27 comentários:

Glau Ribeiro disse...

Átilaaa,

Mais uma vez você faz bonito com as palavras mesmo quando fala de solidão.

Mas eu acredito que um dia o lobo acaba se rendendo aos encantos da vida e das pessoas, e faça outra escolha, e trilhe outro caminho, oposto ao da solidão. =)

Beijo meu, querido!

Pelos caminhos da vida. disse...

Curiosidade faz parte de nós mulheres,estava visitando um blog e o seu me chamou a atenção pelo sobrenome que é igual ao meu.
Ai pensei: porque não visitá-lo

Solidão sempre é triste,mas seu poema é lindo.

Desculpe a invasão.

beijooo.

tecatatau disse...

bom visitar o seu blog, também passarei aqui com mais calma.
cordialmente.

naná disse...

Hola Átila, sabés que cuando uno se siente así, solo y triste es cuando salen coas tan profundas, que a veces nos hacen medir cuánto es el dolor que sentimos, pero a la vez es un grito desesperado pidiendo ayuda o compañía; aunque sea de uno mismo.
Bueno, hoy estoy algo complicada para hacerme entender, pero espero que vos sí lo comprendas.
Un beso, y gracias por leerme, trataré de poner algunas cosas que vos no leíste en mi blog.
naná

Kakau disse...

Lindo esse poema.
Espero que um dia esse lobo perceba que não é bom a solidão, pelo menos não sempre.


beijos
=*****

Beta disse...

Atila,que poema lindo,apesar de falar em solidão...adorei.
Bjs

Ana disse...

este poema é relamente lindo
hehe
acho q jah o li em alguma vez, acho q foi aki msm
hehe
sou sua fã

Bjsss
ps: obrigada eplas dicas do livros
^^

Pelos caminhos da vida. disse...

Lindo poema amigo.

Vou te perguntar uma coisa,caso não queira responder tudo bem,respeito.
Vc é uma pessoa solitário?

Um gde fim de semana.

Ah...tem post novo lá.

beijooo.

Cristiane disse...

Sem sombra de dúvidas, Átila, vale a pena lê-lo novamente, é lindo demais. obrigada amigo, pelo prazer de lê-lo.

Peço perdão pela demora e ausência de visitas, dentre muitas outras coisas, estou em provas na faculdade, hoje foi a última prova dessa primeira semana, fazer História Universal não é mole não, rs, e ainda tem a próxima semana todinhaaaaaaaa...d eprovas, rs, tudo bem, dou conta.

Tem poema e música lá no Fragmentos para o fim de semana e veja se gosta, afinal, é para vocês!

Um fim de semana iluminado, com carinho, Cris

Pelos caminhos da vida. disse...

Respondendo a pergunta que vc fez lá no meu blog,é que atraves de seu poema,eu senti solidão em vc.

Bom dia.

beijooo.

Pelos caminhos da vida. disse...

Tem selinhos lá no meu blog pra vc.

beijooo.

Glau Ribeiro disse...

Átilaaa,

Você sempre com suas palavras perfeitas nééé? Que me deixam aqui toda risonha, pintando a alma de felicidade.

Obrigada sempree, querido.

Casa minha é casa sua.

Beijos!

Késia Maximiano disse...

Querido lobo solitário... Lindo poema... Belissima escrita!!!

Peço desculpas pela demora a aparecer por aqui, mas as coisas da faculdade não tem me deixado muito tempo livre, por isso so postei hoje..
Ta td bem contigo né?
Super beijo... E mais uma vez, obrigada pelo carinho...

L.Karina disse...

Lindo poema.Não sei bem o motivo, mas gosto da metáfora do lobo solitário.

Ariana disse...

Um dia o lobo resolve sair da 'toca' vai ver!

Mto lindo seu post!

bjo*

Vivian disse...

...mesmo solitário, este lobo
não deixou de ser poético,
provando que às vezes, a solidão
não é de todo tão mal.

amei isso...
amei.

muahhhhhhhhhhhhh

Vivian disse...

...será uma honra estar aqui me tão nobre espaço, e prometo me
comportar direitinho, rss,
e já te favoritando tbm.

bjus

Glau Ribeiro disse...

Átila,

Sou eu na foto sim. Com as melhores cores do meu domingo. Inexplicavelmente bom, viu. =)

Beijo!

Patty disse...

Acho que temos muita para aprender com o lobo solitário.
Belo poema. Belo blog!

Vim lá da Cris do Fragmentos de mim.

Um beijo e uma ótima semana!!!

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Um Lobo solitário e aos 13 anos de vida, enfim, desde sempre Poeta!
Parabéns pelo teu livro, Átila!
Teu blog será uma constante nos meus muitos momentos de meditação...
Boa e produtiva semana, amigo!!!Bjs

Janaína S. disse...

Adorei a nova imagem.
Linda e significativa...
A maioria das pessoas e situações nunca mostra o que é realmente. É preciso ir mais fundo pra conhecer.

adorei.

Lizzie disse...

Confesso ter ficado bastante curiosa com o livro. Personagens enigmáticos fazem toda obra ficar estimulante.

Belo poema!

Abraços!!!
www.lizziepohlmann.com

Carolzita! disse...

Lindo poema!!!!

Beijos

Pelos caminhos da vida. disse...

Post para meus amigos hoje no meu blog,conto com sua presença.

Bom dia.

beijooo

Andrio Cardoso Pereira disse...

Olá
Tudo Bem?
Adorei Teu Blog Muito Legal
Desculpe A Demora Para Responder, Mas Tou No Fim Do Ano Na facul, Tenho Que Tentar Evitar Notas Ruins.
Hehe
Obrigado Por Visitar Meu Blog

Frαncy; disse...

Você, sempre com belas palavras :)


Apesar de o poema falar de solidão... Acredito que um dia, a vida desse lobo mude e ele perceba coisas além desse mundo solitário ;)



belo poema, mesmo!
beijos! ;*

Sardinha disse...

Este poema é perfeito....
Soube bem usar as palavras emocionando e inspirando outros.
parabens...